Duas mulheres e uma criança morrem em acidente

14/01/2013 12:01

 

Chapecó – Era sábado, quase 18h, quando Jonas Sartori parou para abastecer o carro no trevo de Chapecó. Poucos minutos depois, ele e um casal de amigos, que saíram de Florianópolis com destino a capital do Oeste catarinense, entraram na BR-480.

O local que também é conhecido como acesso Plínio Arlindo de Nês, liga a BR-282 a Chapecó. As placas, tambores e cones estão por todos os lados, avisando que o trajeto de quase oito quilômetros passa por obras, há dois anos. “O limite de velocidade neste trecho é 40 km/h, não mais do que isso, e precisa ser respeitado pelos motoristas para evitarmos tragédias”, orienta o policial Rodoviário Federal, Vitélio.   

Logo depois que entrou no acesso, Jonas conta que se deparou com um carro rodopiando na pista. “Vi o Uno tentando ultrapassar. Ele não conseguiu e tentou voltar para a pista. Só que ele deve ter se perdido com os cones que estão sinalizando o local e estão na via central. Ele se perdeu e rodopiou. Tentei frear, mas quando vi, o acidente tinha acontecido”.

O acidente

Jonas e o casal estavam em um Vectra com placas MHY-2794 de Chapecó. No Uno de cor branca e com placas ITI-6563 de Erechim (RS), estavam outras cinco pessoas. O acidente ocorreu em uma reta da BR-480, por volta das 18h de sábado. O Uno branco seguia sentido Chapecó/Trevo, quando colidiu frontalmente com o Vectra, que seguia no sentido contrário.

Vítimas

No Uno, estavam cinco pessoas. Jaqueline Scarlett Cachoeira Ambrosi, 16 anos, e Nícolas Cachoeira, 5 anos, faleceram no local do acidente. Daniela Zamboni, 25 anos, precisou ser retirada das ferragens pelo Corpo de Bombeiros. Ela foi encaminhada ao Hospital Regional do Oeste (HRO), mas também faleceu. Jorge Luiz Cachoeira, 29 anos, e Débora Cristina Cachoeira, 15 anos, tiveram lesões graves. Eles estão internados no HRO.

No Vectra, estavam três pessoas. O motorista, Jonas Sartori, 32 anos, que não teve ferimentos. E o casal de namorados, Alessandro Legramanti, 33 anos, e Fernanda Rafaelly Paludo, 27 anos, que foram encaminhados ao HRO com ferimentos leves.

Laudo

O acidente foi atendido pelo Corpo de Bombeiros, SAMU, Polícia Militar de Chapecó e Instituto Geral de Perícias (IGP) de Chapecó e Polícia Rodoviária Federal de Xanxerê. A pista ficou parcialmente obstruída por cerca de 30 minutos. Um laudo sobre a colisão será emitido em cinco dias pela PRF. “Até então, é possível afirmar que o veículo Uno invadiu a pista contrária e houve a colisão”, explica o policial rodoviário, Vitélio.

 

Redecomsc


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!