Temporal causa prejuízos e destruição em cidades do Extremo-Oeste de SC

08/01/2013 16:58

 

Casas foram destelhadas em São Miguel do Oeste, São Bernardino e Barra Bonitaral trouxe prejuízos para moradores de São Bernardino

 

Temporal causa prejuízos e destruição em cidades do Extremo-Oeste de SC Jandyr Sabedotti/Agencia RBS

São Miguel do Oeste, São Bernardino e Barra Bonita, cidades do Extremo-Oeste de Santa Catarina, tiveram prejuízos com o temporal registrado por volta das 20h50 desta segunda-feira. 

Em São Miguel do Oeste, as comunidades de Linha Tupanci e Linha Pinheirinho foram as mais atingidas. Diversas residências do interior e alguns galpões foram destelhados com a força do vento. 

Duas residências foram destruídas, sendo uma de alvenaria e outra de madeira. As casas eram de propriedade de Getúlio Schramm, cuja família ainda residia na casa de madeira. O proprietário perdeu, além das casas, móveis, utensílios e um veículo que estava na garagem da residência de madeira. 

Getúlio iria se mudar para a casa nova, de alvenaria, daqui a alguns dias. Ele conta que estava com a esposa trabalhando na ordenha dos animais quando o temporal derrubou as casas na propriedade. O filho estava dentro de uma delas e saiu assim que percebeu que o imóvel estava caindo. 

O agricultor Deolindo Dreon, morador de uma das áreas atingidas, disse acreditar que houve tornado na Linha Pinheirinho. Ele conta que o temporal destelhou a casa, um paiol e um chiqueiro. Foram arrancadas árvores grandes, como araucárias. Ele afirma que a propriedade de seu vizinho Gentil Roman também foi atingida.

Dreon disse que os estragos são parecidos com os provocados pelo tornado de Guaraciaba em 2009. 

A defesa civil de São Miguel do Oeste ainda não tem uma estimativa do número de pessoas atingidas. Em Barra Bonita, a comunidade mais atingida foi São Judas Tadeu. 

A chuva que caiu na região na noite da segunda também deixou centenas de famílias desalojadas na comunidade de Três Voltas, divisa de São Lourenço do Oeste e Campo Erê, e principalmente na cidade de São Bernardino. 

Em Três Voltas a água passou por cima da rodovia SC 473 e pessoas foram retiradas pelos Bombeiros de Campo Erê e policiais rodoviários do posto de São Lourenço do Oeste. 

Em Vargeão, no Oeste, o rio que corta a cidade transbordou e pelo menos 260 pessoas estão ilhadas em três bairros da cidade. A dificuldade das equipes da defesa civil é no atendimento às famílias do interior.

DIÁRIO CATARINENSE

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!