200 médicos cubanos chegam a Fortaleza para atuar em 4 estados

01/10/2013 08:38

Mais 200 médicos cubanos chegaram a Fortaleza na madrugada desta terça-feira (1º) pelo Mais Médicos. Eles fazem parte da segunda etapa do programa, que visa preencher a demanda de servidores por municípios do CearáMaranhãoPiauí, e Rio Grande do Norte. Ainda na tarde desta terça-feira, mais 100 cubanos devem chegar a Fortaleza para participar do programa do Governo Federal.

“Vamos trabalhar com muito carinho, com muito amor, para o sistema de saúda brasileiro”, disse o médico Damião Fernandez. O grupo veio em um voo fretado pelo governo cubano e chegou ao Brasil às 3h45, depois de mais de uma hora de atraso.

“Estamos terminando a primeira etapa do programa e iniciando a segunda. Vamos trabalhar mês a mês, durante três anos, para preencher as vagas demandas pelos municípios, principalmente das regiões mais carentes”, diz o secretário do Ministério da Saúde, Odorico Monteiro.

Os médicos vão receber aulas de português e conhecimento do funcionamento do Sistema Único de Saúde durante três semanas, período em que serão avaliados pelo Ministério da Saúde. Ao fim do treinamento, caso sejam aprovados, os cubanos terão autorização para trabalhar nas cidades para onde foram direcionados. Os municípios ainda não foram definidos, e serão escolhidos após diálogos com secretárias da Saúde dos estados e dos municípios.

Os estrangeiros foram recepcionados por um grupo de médicos brasileiros formados em Cuba, que desejaram boas-vindas. “Estamos aqui trabalhando pela saúde no Brasil graças à educação e ao povo cubano. Estamos aqui para dá-los e apoio e estamos para ajudar no que for preciso”, diz Lucas Palácio. O grupo também afirmou lamentar o ato de hostilidade aos cubanos feito em Fortaleza em agosto, quando chegaram os primeiros médicos do programa.

Globo.com


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!