Alerta de golpes na região Oeste

28/02/2013 15:00

 

Abelardo Luz - Os estelionatários estão cada vez mais criativos e golpes estão sendo aplicados por toda região Oeste. Somente nesta semana, duas pessoas foram presas: uma em Abelardo Luz e outra em Chapecó. Além disso, há informações de golpes sendo aplicados também no Meio-oeste.

Em Abelardo Luz, Jadir da Silva dos Santos, 35 anos, foi preso em flagrante por suspeita de comercializar terrenos inexistentes em loteamentos da cidade. Em investigações, a Polícia Civil comprovou que o suspeito não tinha nenhum terreno no município, mas comercializou dois lotes por R$30 mil cada.

Assim que o acusado assinou um terceiro contrato de compra e venda de terreno, do qual também não tinha posse, ele foi preso em flagrante por estelionato ainda dentro do Tabelionato de Notas. O homem foi conduzido ao Presídio Regional de Xanxerê. Se condenado, pode pegar até cinco anos de reclusão por cada crime cometido. As investigações devem continuar para identificar outras vítimas e eventuais cúmplices.

Chapecó

Em Chapecó, um homem de 44 anos foi preso por aplicar golpes no comércio. Ele se hospedava em hotéis ou comia em restaurantes e saía sem pagar. A denúncia foi feita pela vítima, funcionária de um restaurante no centro do município, até a Polícia Militar. Ele ficou devendo R$38 depois de comer e beber. Ele foi detido. Se condenado, por ficar de quinze dias e dois meses preso.

Meio-Oeste

Já nos municípios do Meio-oeste a denúncia é de cheques falsos e roubados. Em Joaçaba, uma mulher passou três cheques furtados nesta terça-feira (26). Em uma loja de móveis, ela fez compras no valor de R$ 2.795,00 e pagou com cheque falso de R$3 mil. Ela havia realizado ainda duas compras na cidade nos valores de R$ 640,00 e R$ 800,00. A mulher foi presa e o proprietário dos cheques avisado do fato.

Em Fraiburgo, cheques falsos foram distribuídos por um estelionatário que ainda não foi identificado. Ele realizou compras em uma loja de peças automotivas, deu um cheque falso de R$1.350 e recebeu troco de R$150. Segundo o banco, a conta não existe.

 

Fonte: RedeComSC


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!