Autoridades se reuniram na SDR para discutir a possível construção de uma UPA em São Lourenço do Oeste

26/04/2013 23:08

 


Na noite desta quinta-feira, 25, aconteceu um importante encontro no anfiteatro da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de São Lourenço do Oeste. 





 

Autoridades de toda região, bem como representantes do ministério público, estiveram presentes com o objetivo de debater sobre a possível construção de uma Unidade Prisional Avançada (UPA) no município de São Lourenço do Oeste, e que atenderá toda a região noroeste do Estado.

As discussões sobre o tema iniciaram no ano de 2006, quando o Governo do Estado de Santa Catarina demonstrou interesse em realizar a obra na região. O município de São Lourenço do Oeste cedeu o terreno no ano de 2009, através da Lei nº 1.837/2009, e a partir de então, foram realizadas reuniões para discutir o caso.

De acordo com o Secretário Regional, Tomé Francisco Etges, trata-se de um assunto polêmico, entretanto, segundo ele, é necessário que a região possua uma Unidade Prisional. “Não há mais como nós vivermos na nossa região dependendo de vagas nos presídios de Xanxerê e Chapecó, que nos atendem. Chegamos à conclusão que buscaríamos juntamente com o Governo do Estado o recurso para uma Unidade Prisional”, disse. 

O Delegado Regional da Polícia Civil, Carlos Augusto de Andrade Morbini, realizou uma explanação em nome do Departamento de Administração Prisional do Estado de Santa Catarina (DEAP), o qual trouxe dados da possível UPA a ser construída em São Lourenço do Oeste.

Segundo o Delegado, a obra faz parte do Pacto por Santa Catarina, e será um investimento do Governo do Estado através do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de R$ 4.320.000,00. 

Além disso, segundo informações do DEAP, no mês de maio a Secretaria da Justiça e Cidadania (SJC), buscará junto ao município de São Lourenço do Oeste informações complementares e necessárias para a viabilização da obra. 

Conforme o Capitão da Polícia Militar, Jefferson Sebastião Vieira, é preciso lutar pela obra, entretanto, é necessário que a infraestrutura também seja revista. “Brigar pela obra,mas que ela venha completa”, salientou. 

O Secretário Regional afirmou que novas reuniões serão realizadas com o intuito de debater sobre este tema. “ Precisamos aprender a conviver com isso, pois a UPA é necessária e precisa ser recebida pela comunidade como uma boa notícia”, finaliza. 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação SDR São Lourenço do Oeste | Foto: Assessoria

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!