Gás natural é opção para driblar os altos custos da gasolina

01/02/2013 12:00

 

Chapecó – A possibilidade de conversão de carros para o uso de GNV (Gás Natural Veicular) existe há alguns anos, mas parece ser agora que a modalidade tende a decolar. Isso porque, após o anúncio de aumento no preço do combustível, motoristas tem procurado formas de economizar.

Segundo o proprietário de uma das empresas que realiza a conversão em Chapecó, Jonas Rita, somente na tarde de ontem foram oito pedidos de orçamento. Um número alto, já que, desde a sua instalação no município, há cerca de um ano e meio, apenas 30 automóveis foram alterados.

A demanda repentina de possíveis trabalhos tem animado o empresário, que trabalha na atividade juntamente com outros dois funcionários. O preço para a conversão varia de R$ 2 mil a R$6 mil, dependendo do modelo do automóvel. O investimento, contudo, parece valer a pena tendo em vista o reajuste de mais de 6% no preço da gasolina já confirmado nos postos de combustível. “Abastecer o veículo com gás natural garante uma economia de até 60% com relação ao combustível”, recomenda Rita.

Os benefícios também envolvem a segurança, já que existe menos risco de pegar fogo, a poluição e a manutenção. Essa é a garantia data, inclusive, pela Petrobrás. A indicação de engenheiros, em contrapartida, é que para que a conversão compense, é preciso que ela se pague num tempo razoável. De nada adiantará, por exemplo, trocar o carro a curto prazo.

Como é feita

A mudança é feita através da instalação de um kit de gás, composto basicamente de um cilindro de armazenamento, um redutor de pressão, válvula de abastecimento, tubulação de alta pressão e dispositivos eletrônicos. O carro convertido fica então bicombustível, ou seja, funciona com GNV e com o combustível original (álcool ou gasolina), aumentando assim sua autonomia total. “Casos os carro já seja bicombustível – álcool e gasolina – ele se torna tri, com mais uma opção na hora de abastecer”, completa Rita.

Contrapartida

Para que a mudança se efetive alguns avanços ainda são necessários. Na maior cidade do Oeste apenas um posto de combustível abastece veículos a GNV. A conversão também é restrita, são duas empresas em Chapecó. Esses fatores podem dificultar a vida do motorista, que além de investir um dinheiro, também precisa se distanciar.

 

Foto: RedeComSC


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!