Sustentabilidade deixou de ser moda e já virou tendência na decoração

28/01/2013 17:40

 

Chapecó - A sustentabilidade está nas pequenas ações. Se você pensa em decorar a casa ou mudar o visual de um dos cômodos, que tal tomar algumas atitudes simples que podem fazer toda a diferença para as gerações futuras.

A designer e professora Lidiane Camiloti,  explica que ser sustentável é fazer escolhas que terão menos impacto negativo nas próximas gerações. “Quando você analisa um produto que vai comprar, conhece a procedência da produção e se preocupa com o fato de que futuramente poderá ser reciclado ou reutilizado, está tomando uma ação benéfica para o mundo”, afirma.

Muitos objetos podem ser reaproveitados na decoração, além de ser uma atitude responsável esses objetos dão um toque de personalidade à sua decoração. De acordo com a professora o tema sustentabilidade é bastante recorrente na área e muitos profissionais já planejam os projetos arquitetônicos ou de decoração pensando nos impactos ambientais e na economia de recursos naturais. “Hoje ao elaborar um projeto, já avaliamos fatores como o consumo de energia e de água, por exemplo, tanto no decorrer da obra quanto no consumo dos moradores”, explica.

No caso de pequenas mudanças na decoração da casa, a designer aconselha começar por ações simples e que podem fazer diferença. “Se for o caso de trocar algum eletrodoméstico, por exemplo, o ideal é verificar no momento da compra os produtos que possuem certificado de baixo consumo de energia. Apesar da maioria dos consumidores saberem disso, dificilmente se atentam a essa questão”, recomenda.

Já para quem curte cômodos decorados com madeira deve sempre buscar aquelas certificadas, ou seja, que não foram retiradas de áreas de preservação.  Outra dica da especialista é buscar móveis e objetos de decoração com material reaproveitado. “Hoje já existe grande oferta de móveis de madeira de demolição no mercado. Para quem não encontrar, móveis de segunda mão também são uma opção consciente que, após uma reforma, podem ganhar muito charme”, destaca.

Hoje temos as lareiras ecológicas a álcool. Portáteis com câmaras de combustão - utilizam o tradicional álcool líquido (92,8 o.), sem fumaça, cheiro, instalações, chaminés, dutos ou ramais de alimentação. São atóxicas e tem emissões equivalentes a de apenas quatro velas.

Temos as tintas que adotam conceitos de sustentabilidade e responsabilidade ambiental nos processos de produção da linha imobiliária. Tecnologia de ponta aplicada em produtos hidráulicos e sanitários, que proporcionam economia de água e energia elétrica, sem esquecer o requinte e a elegância. Para ficar mais agradável esteticamente, pode-se decorar com materiais e trabalhos de artistas/artesãos locais, pois estará auxiliando no desenvolvimento da cultura regional.

Sustentabilidade é uma bandeira que está em evidência agora, mas que sempre foi um elemento crucial. Não basta utilizarmos materiais sustentáveis e tecnologias ecoeficientes, precisamos valorizar mais o que temos e evitar o desperdício, finaliza Lidiane.

 

Fonte: Redecomsc


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!